Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


!8 macacos são encontrados mortos em apenas três semana

Publicado em 01/01/2021 às 18:55 - Atualizado em 01/01/2021 às 18:55

Já foram encontrados 18 macacos mortos nas últimas três semanas em Braço do Trombudo. Os macacos podem ter sido infectados pela Febre Amarela. Os responsáveis pela Vigilância Epidemiológica visitaram as casas mais próximas para fazer um mapeamento e atender as pessoas que precisam receber a vacina contra a Febre Amarela.

Os macacos foram encontrados nas seguintes localidades: RibeIrão Vitória (1), Transfaller (2), Rua Dom Pedro (3), Rua Tamandaré (2), Braço Novo (3), Furnas (1), Ribeirão Ernesto (1), Folhagem (2), Rua dos Pioneiros (1), Ribeirão Concórdia (1) e Águas Sulfurosas (1).

“Já fizemos as visitas nas casas mais próximas onde os macacos foram encontrados. Isso ajuda na prevenção, enquanto não sai o resultado pra sabermos se os macacos foram infectados ou não pela Febre Amarela”, explicou uma das responsáveis pelo setor de Vigilância Epidemiológica do município, a enfermeira Marcia Vermoehlen Felipe.

O morador do município de Braço do Trombudo que encontrar algum outro macaco morto tem dois números para manter contato e informar a ocorrência: (47) 3547-0481 ou 99936-9091. A Febre Amarela é uma doença infecciosa febril aguda, que pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. Em ambiente silvestre, os mosquitos (pernilongo) dos gêneros Haemagogus e Sabethes transmitem o vírus. Os casos humanos ocorrem quando uma pessoa não vacinada entra em contato ou mora próximo às matas e é picada por um mosquito contaminado.

É importante lembrar que os macacos não transmitem a febre amarela. Eles são importantes sentinelas para alerta em regiões onde o vírus da Febre Amarela está circulando. Macacos mortos são analisados em exames específicos para detectar se a causa morte foi Febre Amarela, o que aciona o alerta de cuidado com as pessoas.